cabecalhoRC.jpg

Dia Mundial da Saúde

Comunidades Informadas, Empoderadas e Saudáveis  

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) criou em 1948 o Dia Mundial da Saúde com o objetivo de conscientizar as pessoas dos diferentes aspectos que envolvem a saúde. É um dia para que cada pessoa pense e avalie se está cuidando ou não da sua saúde e da saúde da sua comunidade.

 

Muitas pessoas pensam que ter saúde é não ter doenças, entretanto a saúde significa também ter condições para ir em busca do bem-estar e da qualidade de vida.

 

De acordo com a lei 8.080 de 1990, a saúde é um direito fundamental do ser humano, e é dever do Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício. A lei também enfoca que, para ter saúde, alguns fatores são determinantes, tais como a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, a atividade física, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais.

 

Visando à ampliação do acesso e cobertura de saúde para milhares de pessoas ao redor do mundo e ainda a garantia de sua proteção nas emergências de saúde, a OMS definiu para 2019 dez prioridades de saúde, entre elas estão as doenças crônicas; o combate à poluição e mudanças climáticas; cenários de fragilidade e vulnerabilidade; atenção primária de saúde; relutância em vacinar; infecções transmissíveis como dengue, gripe, HIV; entre outros desafios. 

 

Todas as prioridades são praticamente metas para o alcance do ODS 3 – Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos e todas, em todas as idades.

 

As doenças crônicas não transmissíveis como diabetes, câncer e outras são responsáveis por mais de 70% das mortes no mundo. Estudos mostram que fatores como uso do tabaco, a inatividade física, o uso nocivo do álcool, as dietas pouco saudáveis e a poluição do ar têm contribuído para a morte precoce de milhares de pessoas com idades entre 30 e 69 anos.

 

Outro dos desafios é combater a obesidade. No Brasil, atualmente, uma em cada duas pessoas pesa mais do que deveria. Entre os/as jovens, o número de pessoas obesas cresceu mais do que cinco vezes em 20 anos. A obesidade, que em sua grande maioria é consequência de estilos de vida não saudáveis, também aumenta as chances de outros problemas de saúde como doenças do coração, pressão alta, diabetes e até alguns tipos de câncer. No caso de crianças e adolescentes a obesidade pode causar prejuízos no crescimento, dificuldades respiratórias, alterações de pele, problemas no sangue, problemas de autoestima, ansiedade, isolamento social e depressão.

 

A Reprolatina, reforça seu compromisso de realizar capacitações, oficinas e ações educativas com as comunidades para promover que as pessoas adotem estilos de vida saudáveis e conseguir ter comunidades saudáveis, contribuindo assim com o ODS 3- Saúde e bem-estar.

 
Informe-se, empodere-se, e comemore o Dia Mundial da Saúde assumindo
a responsabilidade de adotar hábitos de vida saudáveis para cuidar
da sua saúde e a de toda a comunidade

 

 

A Reprolatina – Soluções Inovadoras em Saúde Sexual e Reprodutiva, no Dia Mundial da Saúde reafirma seu compromisso de trabalhar

para o alcance do ODS 3 - Saúde e Bem-Estar, 4 - Educação de qualidade e 5 - Igualdade de gênero e empoderamento de mulheres.