cabecalhoRC.jpg

Projeto Reprolatina

Projeto colaborativo entre Reprolatina, Universidade de Michigan e Population Council do Brasil, sendo financiado pela Fundação Bill e Melinda Gates, contando com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS).


Este Projeto deu continuidade à implementação da Estratégia da OMS para a melhoria da qualidade de atenção em saúde sexual e reprodutiva no Brasil e em outros países da América Latina, aumentando a capacidade dos sistemas de saúde do setor público para melhorar o acesso e a qualidade de atenção em planejamento familiar e outras áreas da saúde sexual e reprodutiva, e garantir sua sustentabilidade.


Objetivos:


  • Desenvolver estratégias para a expansão em larga escala de intervenções inovadoras que, em projetos pilotos, melhoraram a qualidade de atenção em planejamento familiar e outros componentes da saúde sexual e reprodutiva, nos sistemas públicos de saúde.


  • *Fortalecer a capacidade dos sistemas públicos de saúde de implementar programas que melhorem o acesso e a qualidade de atenção em anticoncepção e outros componentes da saúde sexual e reprodutiva, e construir uma competência técnica que garanta sua sustentabilidade e expansão em larga escala.


Suas principais estratégias são:


  • Capacitar (de forma abrangente, participativa e local) provedores e gerentes em aspectos técnicos na área de saúde sexual e reprodutiva e de organização de serviços, tendo como marcos de referência a abordagem estratégica da OMS e o plano de ações de Cairo e Beijing, incluindo também ações inovadoras para atender adolescentes e homens.


  • Desenvolver e utilizar um sistema eletrônico de comunicação para oferecer informações atualizadas em relação aos aspectos técnicos da saúde sexual e reprodutiva e de outros assuntos relevantes para provedores/as de saúde, e de gerência dos serviços de saúde, além de implementar uma rede entre os/as participantes do Projeto, de maneira a facilitar o seguimento, a comunicação e a troca contínua de informações.



Resultados:


  • Implementação das Guias da OMS para humanização do Planejamento Familiar.


  • Atuação em 4 países da América Latina (Brasil, Bolívia, Chille, Paraguai).


  • Foram beneficiados mais de 20 municípios no Brasil.


  • 05 Centros de Capacitação em SSR implementados.